ÚNICA E INESQUECÍVEL

Nas águas do Mar Adriático, Veneza é uma visita à história e um convite ao romance

foto: John janson

foto: DominikaPecková

Sem dúvida um lugar diferente. Quando se chega em Veneza, a impressão é que estamos em um lugar feito para sonhar. Parece que ela tem vida própria e o seu próprio tempo. É impossível não se apaixonar por tanta beleza e história.
Famosa por seu carnaval, seus vidros de Murano e rendas Burano, Veneza foi erguida num ponto estratégico do Mar Adriático, em 421 d.C., sobre um arquipélago de 118 ilhas que são conectadas por cerca de 400 pontes e tem 150 canais. O Grande Canal é o maior e mais importante. Seu trajeto pode ser feito por gôndolas, lanchas privativas ou vaporetos onde poderá ver o Palácio Ca’ d’Oro, a Galeria da Academia, o Palácio Ca’Rezzonico, a Igreja Santa Maria della Salute e a famosa Ponte Rialto. Com um passado glorioso, a cidade é um museu a céu aberto onde você encontra obras-primas da arquitetura, igrejas cobertas com ouro, mosaicos e afrescos de valor inestimável. Para os amantes das artes, existem muitos museus como o Accademia, o Ca’Rezzonico, o Peggy Guggenheim ou o Punta della Dogana.
No coração de Veneza está a espetacular Piazza São Marcos, onde estão os edifícios mais representativos da cidade. Vale a pena sentar em um de seus cafés, tomar um legítimo expresso italiano e apreciar tanta beleza em seu entorno. Na sua Basílica, com interior de cor predominantemente dourado, conheça o museu recheado de objetos históricos como as esculturas originais dos Cavalos de São Marcos, peças em bronze banhadas a ouro que estavam no hipódromo de Constantinopla e foram saqueadas durante as Cruzadas. Ao lado da Basílica, visite o maravilhoso Palácio Ducal, que possui, em seus elementos arquitetônicos, influências bizantinas, góticas e renascentistas. Ainda na praça, você encontra o Campanário da Basílica, a Torre do Relógio e a Ala Napoleônica – que abriga o Museu Correr, Museu Arqueológico de Veneza e a Biblioteca Marciana e suas salas monumentais.

foto: Yoshi Nakanishi

Com inúmeros restaurantes e bares, a gastronomia merece um destaque à parte. Você encontra desde vinhos espetaculares a pratos e aperitivos salgados típicos do lugar. Uma marca registrada da região é o Bellini, um coquetel feito com champanhe e pêssego. A rede hoteleira é muito grande, mas se quiser mesmo uma experiência única se hospede no Hotel Gritti Palace que fica às margens do Grande Canal com vista para a Igreja Santa Maria della Salute.

Deck do Hotel Gritti Palace, um dos mais luxuosos da cidade, às margens do Grande Canal e com vista para a Basílica de Santa Maria della Salute e o San Giorgio Maggiore.

Vista da Piazza San Marco em direção ao Grande Canal de Veneza, onde está a Basílica, o Palácio Ducal, o Campanário, a Torre do Relógio (que possui uma estátua dourada do anjo Gabriel) e a Ala Napoleônica – que abriga o Museu Correr, Museu Arqueológico de Veneza e a Biblioteca Marciana e suas salas monumentais.

foto: Candré Mandawe

Detalhe dos mosaicos da Basílica de São Marcos.

foto: Andy Ray

Veneza
www.venice-tourism.com
www.comune.venezia.it

Língua: Italiano
Melhor época para visitar: A primavera (março a junho) e o outono (setembro a novembro) são agradáveis, com temperaturas moderadas.
Onde Ficar:
Hotel Gritti Palace
JW Marriott Venice Resort & Spa
www.marriott.com.br

ADQUIRA A REVISTA
No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

CONTATO

Av. Nadima Damha, nº 2.045
Jardim Yolanda
São José do Rio Preto | SP
(17) 3235-1821, (17) 3211-9860,
(17) 3305-3721, (17) 3305-3731,
17 99627-0999 (Whatsapp)
comore@revistainterarq.com.br

Pautas
Sugestões enviar para redacao@comore.com.br