TORO

“Tradicional restaurante brasiliense de carnes premium, o Toro foi concebido com materiais rústicos e tons escuros. Tijolos aparentes marcam a fachada. Internamente, se sobressai o mix de materiais, como o mármore, couro, concreto e malhas de vergalhão, que fazem às vezes de discretas divisórias. No centro do salão, uma grande adega envidraçada.” Mônica Pinto, Arnaldo Pinho e Isabel Veiga

A fachada do restaurante tem a personalidade definida pela composição com tijolinho aparente, pintura alaranjada, chapa corten e malhas de vergalhão de obra. Detalhe da viga em concreto ressaltando a estrutura do prédio original, recoberta pela nova estrutura em ferro
A fachada do restaurante tem a personalidade definida pela composição com tijolinho aparente, pintura alaranjada, chapa corten e malhas de vergalhão de obra. Detalhe da viga em concreto ressaltando a estrutura do prédio original, recoberta pela nova estrutura em ferro
A adega no centro do salão, toda em vidro, destaca a diversidade de rótulos
A adega no centro do salão, toda em vidro, destaca a diversidade de rótulos
O receptivo salão com jogo de luz e sombras criado por luzes pontuais
O receptivo salão com jogo de luz e sombras criado por luzes pontuais
As malhas de vergalhão criam ambientes sem necessariamente representarem uma separação formal. O projeto de acústica foi desenvolvido pela Síntese Arquitetura
As malhas de vergalhão criam ambientes sem necessariamente representarem uma separação formal. O projeto de acústica foi desenvolvido pela Síntese Arquitetura

Fornecedores:

Síntese Arquitetura

Fotos_Clausem Bonifácio e Edgard Cesar

 

BotaoconfiraBotao-Assine-jaAdquiraREVISTAAnuncie

Não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

CONTATO

Av. Nadima Damha, nº 2.045
Jardim Yolanda
São José do Rio Preto | SP
17 3305-3721, 3305-3731,
3211-9860, 3235-1821
17 99627-0999 (Whatsapp)
comore@revistainterarq.com.br

Pautas
Sugestões enviar para redacao@comore.com.br