MITOS E VERDADES SOBRE A LIPOASPIRAÇÃO E LIPOABDOMNOPLASTIA

Lipoabdomnoplatia
Recomendada para mulheres que já tiveram filhos ou passaram por grandes emagrecimentos e têm excesso de pele, na região do abdômen.
Lipoaspiração
A lipoaspiração tem a finalidade de melhorar o contorno do corpo, não é uma cirurgia de emagrecimento.
1 – A vibrolipoaspiração com cânula vibratória é mais segura que a cirurgia tradicional?
Mito – Qualquer tipo de lipoaspiração pode apresentar um risco para o paciente, enquanto todos os tipos de lipoaspiração são seguros igualmente, quando bem indicados. A diferença da vibrolipo para a lipoaspiração convencional é que ela é menos cansativa para o médico e a agressividade do movimento é menor, o que, indiretamente pode aumentar sua segurança.
2 – A lipoaspiração pode acabar com a celulite?
Mito – Se a pele é flácida pode até haver uma piora, principalmente se a celulite estiver associada á flacidez.
3 – O resultado da lipoaspiração só pode ser conferido após seis meses?
Verdade – Logo após a lipoaspiração o corpo fica inchado o que dificulta notar o resultado. A pele ainda não se acomodou e pode haver a presença de alguns nódulos e hematomas. Para conferir o resultado, o ideal é esperar até seis meses, pois antes disso podem ocorrer pequenas modificações.
4 – Depois da lipoaspiração, o volume na região aspirada não volta mais?
Verdade – Depois que as células adiposas são retiradas elas não se formam novamente. Porém as células remanescentes podem aumentar de tamanho se houver um ganho de peso.
5 – Há um limite para a quantidade de gordura a ser retirada?
Verdade – Para garantir que a cirurgia seja um sucesso e diminuir grandemente os riscos, o correto é não exceder o limite de 7% do peso corporal e 40% da superfície corporal.
6 – Fazer lipoaspiração pela segunda vez é mais difícil que na primeira?
Verdade – Quando a cirurgia é feita pela segunda ou terceira vez, em uma mesma região, há traves fibrosas naquele tecido gorduroso e muitos vasos sanguíneos neoformados, o que dificulta a execução do procedimento e aumenta a chance de fibrose (nódulos endurecidos) pós-operatória.
7 – Mulheres que acabaram de dar a luz podem fazer plástica no abdome?
Mito – O ideal é a futura mãe aguarde nove meses após o parto e mais seis meses depois da interrupção da amamentação. O correto é operar a paciente cerca de nove meses após o nascimento da criança não só para cirurgias no abdomem como também nas mamas.
8 – A cirurgia plástica emagrece?
Mito – A cirurgia plástica não emagrece, apenas melhora o contorno corporal. Pacientes que desejam emagrecer devem fazer essa escolha antes da cirurgia, para que o resultado seja o melhor possível.
9 – Cirurgia plástica dura para sempre.
Mito – Tanto a face quanto o corpo sofrem as mudanças relacionadas às exposições ao ambiente, à gravidade, características individuais como tipo de pele, genética, etc. A cirurgia plástica não congela o tempo…

 

Dr. Renato J. Freitas (CRM 99768), Cirurgião Plástico www.drrenatojfreitas.com.br São José do Rio Preto – SP – Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)
Não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

CONTATO

Av. Nadima Damha, nº 2.045
Jardim Yolanda
São José do Rio Preto | SP
17 3305-3721, 3305-3731,
3211-9860, 3235-1821
17 99627-0999 (Whatsapp)
comore@revistainterarq.com.br

Pautas
Sugestões enviar para redacao@comore.com.br